[Imprimir está página]

[Dê a sua opinião]

[Comunicar erros]

As informações foram inseridas neste site no dia: 26/09/2017

 

GATO PRECISA DE ANTI-PULGAS?

Cães e gatos têm personalidades bastante distintas. Enquanto os cachorros são definidos como fiéis companheiros do homem, os gatos tendem a ser mais independentes e agirem por conta própria, mesmo reconhecendo e amando o seu tutor.
Essa característica dos felinos os torna muito mais livres, principalmente pelos hábitos noturnos que os levam a sair de casa e procurar diversão na rua. Quem tem um gato sabe que muitas vezes eles passam dias sem aparecer em casa, ao ponto de preocupar toda a família, e depois voltam como se nada tivesse acontecido.
Da sacada ao telhado, do muro de casa ao quintal do vizinho, não dá para segurar esses bichanos dentro de casa e muito menos treina-los para que se comportem como cães. Suas relações sociais com os seres humanos e outros animais são muito diferentes, assim como seu espírito livre, e é isso que torna os felinos animais únicos.
Se não há como controla-los, porém, é preciso se atentar aos riscos de doenças. Com o hábito de passear por diversos lugares e até mesmo por entrar em contato com outros animais e humanos, os gatos acabam expostos a uma série de riscos que passam despercebidos pelos donos, só sendo notados quando o bichano começa a apresentar sintomas de que algo pode estar errado.
No geral, os tutores de animais domésticos estão habituados a se preocuparem com pulgas e carrapatos apenas em cachorros, quando os gatos também podem contrair essas pragas e sofrer com coceiras, feridas e doenças mais sérias, como a doença do carrapato.
Os felinos também não estão imunes à leishmaniose, doença que é mais comum em cães e que vem aumentando os casos em gatos, podendo para ambas as espécies ser fatal caso não haja tratamento adequado. A prevenção é o melhor caminho para evitar que os amigos de quatro patas sofram no futuro e não possam gozar da sua liberdade característica.

OS RISCOS DE UMA INFESTAÇÃO DE PULGAS OU CARRAPATOS
Ao contrário do que muitos pensam, os gatos não estão imunes de sofrer com as consequências da infestação por pulgas e carrapatos, mesmo sendo tão preocupados com a higiene corporal.
Um passeio pela casa do vizinho, uma voltinha pelas ruas ou até a ida ao veterinário podem ser suficientes para que o animal seja acometido por essas pragas. É importante fazer inspeções pelo corpo do felino com frequência e prevenir o risco da presença de parasitas com coleiras e repelentes específicos para gatos.
A babesiose é uma doença comumente associada aos cães, mas que pode acometer os felinos. A doença, transmitida pelo carrapato, ataca os glóbulos vermelhos do sangue e provoca perda de peso, letargia, fraqueza muscular, anemia, palidez e alteração na textura dos pelos.
O animal pode, inclusive, passar por um quadro de depressão, já que perde a capacidade de se exercitar e movimentar. A doença pode ser fatal caso o gato não seja adequadamente diagnosticado e tratado.
Outra doença provocada pelo carrapato é a erlichiose, que ataca os gânglios linfáticos e órgãos como fígado e baço, destruindo os glóbulos brancos e baixando a imunidade do animal. O resultado são sintomas como perda de peso, febre, tremores, secreção nasal purulenta, hemorragia, apatia, fraqueza muscular e mucosas pálidas.
As pulgas não são menos nocivas aos gatos. A saliva delas é extremamente nociva dos casos de animais alérgicos e tem como consequência a dermatite alérgica, desencadeando sintomas como coceira intensa, queda de pelos, feridas, descamação e até alterações de odor na pele dos bichanos.
Assim como os cães precisam de inspeções frequentes, os gatos também devem ser verificados sempre que possível para garantir que não estejam com pulgas e carrapatos – principalmente após longos passeios ou vários dias fora de casa. Vale lembrar que a febre maculosa, transmitida pelo carrapato, é uma doença transmissível ao ser humano, e a presença desses parasitas indesejáveis dentro de casa pode ser prejudicial à família.

PREVENÇÃO
Prevenir é o melhor caminho para manter a saúde dos felinos em dia, existem várias marcas e produtos no mercado. Entretanto, antes de medicar o seu bichano, agende uma consulta na Animal Planet Hospital Veterinário para que um de nossos médicos veterinários possa recomendar o melhor.
Para todos os cuidados, estamos a disposição 24 horas por dia.
Com informações Animal Planet

 


 

[Imprimir está página]

[Dê a sua opinião]

[Comunicar erros]

   

 Must See Places In Paris