Atualização: Segunda a Sexta-feira

Domingo estamos de plantão

As informações foram inseridas neste site no dia: 07/08/2020

[Imprimir está página]

[Dê a sua opinião]

[Comunicar erros]

 

Veja o que muda em Araras com a fase amarela do Plano SP
Anúncio do Governo do Estado aconteceu nesta sexta-feira (7) e é válido em toda a região de Piracicaba; estabelecimentos devem seguir restrições de público e horário de funcionamento


Araras passou à fase amarela do Plano São Paulo, com medidas mais flexíveis para o combate ao novo coronavírus (Sars-CoV-2), causador da covid-19. Com isso, comércio, bares, restaurantes, salões de cabeleireiros, barbeiros e academias de ginástica podem abrir a partir deste sábado (8), com limite de público, restrições de horário e protocolos de higiene.

Essa é a primeira vez que a cidade avança para a etapa 3 do Governo Estadual. A reclassificação foi anunciada nesta sexta-feira (7) pelo governador João Doria e vale para as 26 cidades que fazem parte da DRS-10 de Piracicaba – Araras está entre esses municípios. A mudança foi definida após o monitoramento de índices de saúde nas últimas semanas e constatação de redução na taxa de ocupação de leitos na UTI, internações e óbitos.

A região, que já tinha chegado até a fase laranja, retornou à vermelha – a mais restrita de todas – no dia 17 de julho e permanecia nela até então. Agora, a regional de Piracicaba avançou diretamente para a amarela, junto de outras oito regiões reclassificadas nesta semana. De acordo com o Governo do Estado, novas mudanças podem ser feitas a qualquer momento, se houver piora nos índices de saúde. O cumprimento da medida estadual é fiscalizado nas cidades pelo Ministério Público local.


Como vai funcionar
Cada atividade comercial deve seguir regras específicas, definidas no Plano SP, para evitar riscos de contaminação pelo vírus. Para todas, no entanto, é permitido o atendimento ao público por até seis horas e obrigatório o uso de máscara, disponibilização de álcool em gel e respeito às regras de distanciamento social.

Comércio, prestadores de serviço, salões de beleza, barbearias e similares podem funcionar com até 40% da capacidade total de atendimento. Bares, restaurantes e similares também estão autorizados a funcionar com essa mesma limitação na capacidade, mas utilizando apenas espaços ao ar livre ou áreas arejadas e consumo no local até as 17h.

Já academias de ginástica e centros esportivos podem funcionar com até 30% da capacidade total apenas para aulas e práticas individuais, com agendamento prévio e hora marcada. Aulas e práticas em grupo estão proibidas neste momento.

O descumprimento da lei está sujeito a punições e multa aos infratores. Denúncias podem ser feitas junto à Guarda Civil Municipal pelos telefones 153 e 3543-1532.


Veja o que muda a partir deste sábado (8)*:

Comércio essencial
(supermercados, açougues, postos de combustíveis, oficinas, etc.)
Pode funcionar todos os dias da semana, no horário previsto no respectivo alvará

Comércio não essencial
(lojas de roupas, calçados, móveis, etc)
Pode funcionar neste sábado (8), das 9h às 15h, e de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h, com capacidade reduzida a 40% do total

Bares, restaurantes e similares
Permitido consumo apenas em espaços ao ar livre ou áreas arejadas até as 17h, com funcionamento por seis horas e capacidade reduzida a 40% do total

Prestadores de serviço e atividades religiosas
Permitido funcionamento por seis horas e capacidade reduzida a 40% do total

Academias de ginástica, clubes e centros esportivos
Permitidas apenas aulas e práticas individuais, com agendamento prévio e hora marcada. Funcionamento por seis horas, com capacidade reduzida a 30% do total

Salões de beleza, barbearia e similares
Permitido o funcionamento por seis horas, com capacidade reduzida a 40% do total

*É obrigatório o uso de máscara, disponibilização de álcool em gel, adoção de protocolos de higiene e respeito às regras de distanciamento social.

Com informações Secom/Prefeitura de Araras

 

 

 

[Imprimir está página]

[Dê a sua opinião]

[Comunicar erros]

   

 Must See Places In Paris